Informações Ori R. Brava 4 Nov 2017

1.      Âmbito / Organização

Orientação Ribeira Brava é uma atividade desportiva com intuito de descobrir a Vila da Ribeira Brava a pé, assumindo um carater lúdico e ao mesmo tempo desportivo, permitindo a participação em iniciação, lazer ou competição na modalidade Orientação Pedestre. A organização do Clube Aventura da Madeira insere-se no calendário do Circuito Urbano 2017 e será realizada em parceria com a AORAM e no âmbito do calendário de atividades da Federação Portuguesa de Orientação.

2.      Orientação Pedestre

A prova de Orientação Pedestre consiste na realização de um itinerário baseado em pontos de passagem, previamente definidos no mapa que o participante recebe à partida e escolherá a melhor opção entre cada ponto de passagem/controlo, sendo o itinerário entre pontos livre, até concluir o número de postos de controlo estabelecidos no seu mapa, por ordem crescente, no menor tempo possível.

3.      Escalões

Idade no final da época desportiva(31 de Dezembro) Classe – Escalões Circuito Urbano Equivalência escalões Taça da Madeira
12 e menos Formação Fem/Masc H/D10 e 12
<=16 H/D Juvenis H/D14 e 16
<=20 H/D Juniores H/D18 e 20
>=21 H/D Seniores H/DE, A e B
>=35 H/D Veteranos I H/D35, 40 e 45
>=50 H/D Veteranos II H/D50, 55, 60, 65 e 70

H – Masculinos; D – Femininos

Percursos abertos (Orientação Para Todos)

Aberto Curto  – Percursos com pouca exigência física, recomendados a participantes de qualquer idade, sem experiência na Orientação. Podem ser realizados individualmente ou em grupo. Para jovens, crianças acompanhadas de adultos, grupos e famílias. Percurso com distância entre os 1000 e os 1500 metros.

Aberto Longo –  Percursos com alguma exigência física. Acessíveis a participantes com pouca experiência na Orientação, jovens e adultos de qualquer idade. Podem ser realizados individualmente, em pares ou em grupo. Percurso com distância entre os 1500 e os 2500metros.

4.      Sistema de Controlo

Será utilizado o sistema electrónico SportIdent. Os atletas poderão usar o seu próprio SI-Card (terão de indicar o número no acto da inscrição) ou alugar à organização.

Os pontos devem ser controlados pela ordem sequencial que foi definida pela organização, esperando cerca de 1 segundo até ouvir um bip e/ou um sinal luminoso. Em caso de falha do sistema SportIdent, deverá ser picotado um dos quadrados de reserva no mapa (R1; R2; R3).

Mais informações sobre o sistema de controlo electrónico de provas Sportident

5.      Inscrições

Até 30 de Outubro de 2017 no sistema orioasis ou por email: oricamadeira@gmail.com

No dia do evento, 4 de Novembro de 2017, as inscrições só serão aceites no secretariado até às 14h30, (dependentes da disponibilidade de mapas).

Dados para inscrição por email:

– Nome completo

– N.º BI ou CC

– Data de Nascimento

– Percurso de participação

– Entidade que representa ou individual

6.      Taxa de Inscrição

Federados

Adultos – 2Euros       Jovens até 20 anos – 1 Euro

Não Federados

Adultos  – 4Euros       Jovens até 20 anos – 3 Euro

Nos percursos abertos Longo e Curto os jovens acompanhados de adultos ficam isentos de taxas, e grupos de adultos, desconto de 1 euro por cada elemento do grupo.

7.      Regras específicas  – Área de Prova

– Na área de prova existem estradas cuja circulação automóvel não será interrompida, os participantes deverão tomar as devidas precauções ao atravessar, e devem cumprir de forma geral as normas de utilização da via pública, circulando nas áreas reservadas a pedestres.

8.      Informações Adicionais

– Primeiros socorros nas chegadas;

– Tempo máximo por percurso: 50min;

– Recolha de mapas nas chegadas até a partida do último orientista;

– Recolha de chaves e bagagem no Secretariado;

– Água potável nas chegadas.

9.      Resultados

Os resultados provisórios serão afixados na área das chegadas. Os resultados oficiais estarão disponíveis no site do Clube (http://oripark.camadeira.com).

10.  Prémios

Serão atribuídas medalhas aos primeiros 3 classificados de cada escalão.

11.  Partidas/Prova

As partidas têm um intervalo de 2 a  6 minutos nos escalões de competição. Os orientistas deverão estar atentos ao seu tempo de partida.

Na partida, os orientistas têm de passar por três secções consecutivas. Quando o relógio da partida indicar a hora de partida do orientista, este deve entrar para a primeira secção. Isto terá lugar 3 minutos antes da partida. Aí serão confirmados, o nome e o peitoral (o peitoral deverá ser usado à frente e não poderá estar dobrado nem encoberto). A ausência de peitoral impedirá a partida do orientista.

Atenção o peitoral é obrigatório!

Os peitorais devem ser colocados à frente. Todos os peitorais entregues aos participantes não federados, assim como SI Cards alugados devem ser devolvidos à Organização no final das provas.

Na segunda secção, o atleta recolhe a sinalética, a qual contém a descrição da localização dos postos de controlo (recomenda-se o uso de suportes de sinalética para facilitar a sua leitura durante a prova). A sinalética estará também impressa no mapa. Na terceira secção (última), o atleta desloca-se até à caixa que contém o mapa do seu escalão e aguarda ao lado desta até à hora de partida, sem ver o mapa.

Na hora da partida, o orientista tira o mapa da caixa (cada atleta é responsável por tirar o mapa e confirmar se corresponde ao seu escalão) e segue as fitas que marcam o percurso até ao triângulo da partida (indicado no terreno por uma baliza sem picotador e no mapa por um triângulo).

Os orientistas que chegarem atrasados à partida serão imediatamente identificados e sairão logo que a organização indique. Estes não receberão uma nova hora de partida.

O percurso está balizado desde a linha de partida (recepção do mapa e início da prova) até ao triângulo marcado no mapa e materializado no terreno por uma baliza sem código nem estação de controlo. Os orientistas devem progredir a uma distância máxima de 10 m do balizado, sob pena de desclassificação.

12.  Chegadas

Todos os atletas deverão cruzar a linha de chegada controlando a estação Finish. Após a chegada deverão descarregar o chip (SI-Card), mesmo os que não completem a totalidade do percurso. Se tal não acontecer, poderão ser considerados perdidos e desencadear uma operação de busca.

13.  Imagem

A inscrição e participação na Orientação Ribeira Brava 2017 implicam a concordância do participante em que a organização possa utilizar qualquer suporte de imagem captada durante a participação, para fins de publicitação da modalidade Orientação.

14.  Primeiros Socorros – Seguros

Haverá primeiros socorros nas chegadas. Todos os atletas em prova têm por obrigação auxiliar os demais atletas em caso de acidente.

Qualquer acidente que ocorra durante a execução do percurso é da responsabilidade dos praticantes, em tudo o que exceda o risco coberto pelo Seguro da Atividade. Este seguro cobre os riscos resultantes do acidente sofrido durante a actividade, nas condições previstas no regulamento de competições.

Os praticantes/organização estão abrangidos pelas apólices da Federação Portuguesa de Orientação para atletas Federados, Não Federados e Responsabilidade Civil, e nas condições melhor definidas no regulamento de competições da FPO no seu artigo 10.º descritas parcialmente de seguida.

Todos os agentes desportivos inscritos na FPO são cobertos por um seguro desportivo de grupo, nos termos da lei em vigor e das condições gerais e especiais da apólice publicada no site da FPO.

Em caso de acidente na atividade desportiva, o sinistrado terá que o comunicar aos organizadores da prova ou à FPO, de forma a serem tratados os procedimentos necessários para ativar a cobertura pelo seguro, devendo a ativação do seguro ocorrer nos 8 dias seguintes ao sinistro.

As apólices de acidentes pessoais que abrangem os atletas participantes nos eventos são de reembolso, pelo que o sinistrado deverá liquidar todas as despesas que lhe forem apresentadas, pedindo os respetivos comprovativos (recibo, fatura/recibo, fatura simplificada, etc.) em seu nome para posteriormente as apresentar – caso deseje ser reembolsado – à companhia de seguros para ser ressarcido dos valores pagos. Tudo o que exceder o risco coberto pelo seguro desportivo é da responsabilidade dos filiados.

Para além dos seguros de acidentes pessoais, a FPO possui um seguro de responsabilidade civil que abrange todas as provas do calendário FPO. O seguro cobre os riscos de danos provocados em terceiros, ocorrido durante a preparação e realização da prova.

A responsabilidade de qualquer ocorrência ou acidente é sempre dos participantes.

Qualquer lesão, acidente ou dano, bem como perda ou deterioração de equipamentos durante a execução da prova é responsabilidade do participante.

15.  Regulamento Geral Competições

Para além das regras estabelecidas pelo presente regulamento, será tido em conta o Regulamento Competições 2017 da Federação Portuguesa de Orientação. Os organizadores poderão estabelecer regras especiais, respeitando os regulamentos em vigor.

16.  Regras gerais

O único meio auxiliar de orientação permitido é a bússola.

Os participantes que se apresentem na Partida depois da sua hora de partida, deverão partir após a indicação da organização, sujeitando-se à penalização do tempo que entretanto decorreu (como norma as organizações devem recusar os pedidos de alteração dos tempos de partida excepto em casos de comprovada anormalidade).

Constituem, entre outras, obrigações dos praticantes:

  1. a) Apresentar-se na Partida com o peitoral devidamente colocado e visível e conservá-lo durante a prova;
  2. b) Apresentar-se na Partida com o SI Card devidamente colocado e visível e facilitar a sua conferência pela organização;
  3. c) Realizar as suas provas com vestuário adequado;
  4. d) Avisar a equipa de Organização, caso não conclua o percurso;
  5. e) Auxiliar qualquer praticante em caso de acidente, desde que as circunstâncias o justifiquem;
  6. f) Respeitar todas as áreas balizadas; privadas e cultivadas
  7. g) Entregar o mapa na chegada, quando determinado pela organização,
  8. h) Comparecer na Cerimónia de Entrega de Prémios, especialmente quando é um dos premiados, valorizando o trabalho dos organizadores e os apoios disponibilizados

Constitui motivo de desclassificação de qualquer praticante:

  1. a) Lhe faltar algum ponto de controlo;
  2. b) A não execução do percurso pela ordem estabelecida pela organização;
  3. c) Perda do SI Card;
  4. d) Ausência, não justificada, do peitoral durante a realização do seu percurso;
  5. e) Chegar para além do tempo limite para a execução da prova;
  6. f) Provocar danos em áreas privadas ou ajardinadas;
  7. g) Desrespeitar as normas gerais de utilização das vias e espaços públicos;
  8. h) Infringir outras regras estabelecidas pela organização.
  9. i) O limite de tempo dado a um participante para executar o seu percurso individual é: 50min.